Image
Topo
Navegação
1 de novembro de 2014

Na natureza selvagem

"Happiness is only real when shared."

342178

Quem pelo menos uma vez na vida não teve vontade de largar tudo – e quando digo tudo é TUDO mesmo – e sair por aí, sem rumo, ou em busca de algum sonho que na verdade parece mais uma loucura?

Cristopher Mc Candless era um jovem rico que tinha acabado de se formar e com notas boas o suficiente para levá-lo a cursar direito em Harvard. Certamente o seu futuro seria bem promissor, mas Cris tinha outros planos. Ele doa todo o seu dinheiro, adota um novo nome e nunca mais dá notícias para seus pais. Viaja pelas estradas dos Estados Unidos pedindo carona, desce de caiaque até o México, trabalha numa fazenda, no McDonalds, viaja com um casal hippie, acampa numa praia de nudistas, tudo isso até chegar no seu almejado destino: o Alasca.

Se não bastasse todo esse enredo atrativo, o filme conta com a direção de nada mais nada menos que Sean Penn e a trilha sonora feita por Eddie Vedder e Michael Brook. O filme é baseado no livro de mesmo título de Jon Krakauer – aquele mesmo jornalista americano que participou da escalada ao Everest que foi uma tragédia e virou filme: “Morte no Everest”.

Alexander Supertramp, deixa diversos aprendizados. Vou citar alguns dos que eu obtive após ver o filme diversas vezes (sim, é o meu preferido) e também de ler o livro, que neste caso, há uma rara exceção do filme sendo melhor, ao menos na minha opinião.

Creio que o primeiro deles, é não ter medo de explorar o desconhecido, de largar tudo e fazer as coisas que sempre desejamos. A segunda lição seria, aproveite de verdade cada momento, cada lugar e cada pessoa que você conhecer. Aproveite para admirar um por do sol, uma planta, um pássaro. Saboreie a “melhor maçã do mundo” e aprenda tudo o que puder. Terceiro: Registre sua vida. Escreva, tire fotos, filme. Mas não deixe que isso tome mais tempo do que aproveitar o momento, a vida real, as pessoas que estão ali e agora. Quarto: não seja presunçoso e nem orgulhoso. São sentimentos que não agregam nada de bom e podem ter consequências tristes. Quinto: compartilhe. Doe-se mais. Faça mais por você, faça mais pelo próximo e compartilhe suas experiências, aprendizados. Saiba escutar e aprender com os erros dos outros e ajude-os para que aprendam com seus erros. E por fim: Perdoe. Saiba perdoar e pedir perdão. Nunca é tarde para recomeçar.

Acho que poderia dizer muitas outras coisas, mas talvez eu não me recorde o suficiente do filme. Neste caso, acho que vou assistir novamente e recomendo que se você ainda não o fez, não perca mais tempo e assista esta incrível história que não é só uma película, mas narra a vida real.

itw2

Se quiser fazer o download do filme Na Natureza Selvagem / Into the Wild eis o link.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Faça um comentário

Postado por

Categorias

Blog

Tags